O que você procura no blog?

Conheça o Packet Pap!

06 dezembro 2015

Ponto Chuleado ou Palito

O ponto que eu costumo usar nas minhas peças é o ponto chuleado ou ponto palito.
É bem fácil de fazer e fica bonito, pelo menos na minha opinião.. rs

Segue um PAP, que eu fiz rapidinho, enquanto fazia uma peça de uma encomenda.
Eu usei uma peça de feltro cortada à laser, pois era a que eu tinha à mão, mas fica bonito também no feltro cortado na tesoura.

 1- Use a linha de uma cor que fique bem próxima à cor do feltro, pois isso disfarça os pontinhos que ficarem tortos. Coloque a linha no buraquinho da agulha e deixe um lado maior que o outro. Para dar o nó na ponta, eu aprendi com uma aluna num curso, uma maneira bem bacana: segure a pontinha da linha na frente da agulha e dê três voltas com a linha, segure firme e leve essas voltinhas para o final da linha. Quando chegar no final da linha o nó estará feito! Parece mágica, mas não é..rs




2- Observe a peça. Opte por começar em algum lugar que não ficará muito exposto quando ela estiver pronta. Pois no fechamento da peça, pode acontecer de ficar um pouco torto, então se tiver outra parte para cobrir no final será ótimo! Para começar a costura, separe as duas partes do feltro e coloque a agulha pela parte interna, deixando o nó dentro da peça. E puxe. Introduza a agulha na parte de trás, um pouco mais à frente de onde ela saiu antes e puxe. Vai ficar o ponto para o ladinho.




3- Repita o processo. Para os pontos ficarem sempre na mesma distância, você pode usar uma técnica que vi na net há um tempo atrás. Faça marcações no dedo indicador, com uma caneta, usando a régua, geralmente de 3 em 3mm fica bom. Assim quando for costurar você usa as marcações no dedo para saber onde a agulha vai ser introduzida no tecido. Com o tempo você não precisará mais disso. Quando você tiver que colocar outra parte entre o feltro, introduza a agulha pela peça até o outro lado.




4- Introduza a agulha na parte de trás na parte da borda do feltro que estava sendo costurado antes e saia com a agulha na frente da peça, na altura dos outros pontos. Repita o processo até o final da parte que está sendo colocada no meio. Depois é só costurar normalmente. Deixe um espaço de aproximadamente um dedo para colocar o enchimento. Com o auxilio de um palito de churrasco, ponta de pincel ou agulha de crochê, coloque o enchimento nos cantinhos, como braços, pernas, etc.




5- Aqui é um ponto crucial. Não pode ser nem 8.. nem 88. Não pode ter dó de usar o enchimento, mas também não pode usar muito. Coloque o enchimento com delicadeza, primeiro nos cantos, preenchendo toda a volta e depois o meio, até chegar na borda que não foi costurada. A peça precisa estar completamente cheia, mas não pode ter estourando de enchimento. Tem que ser um cheio macio.. apalpe para saber se já está no ponto certo. Veja se nenhum cantinho da peça ficou murcho antes de fechar. Empurre o enchimento um pouco para dentro e continue fazendo os pontinhos até o final. Quando chegar no último ponto, não puxe toda a linha. Deixe uma barriguinha, passe a agulha por ela e puxe com firmeza. Esse vai ser o nó final. Se preferir pode fazer esse processo duas vezes.




6- Passe a agulha pelo último ponto e leve até algum ponto qualquer da peça. Retire a agulha e corte a linha. Essa peça é o corpo de um elefante. Note que eu comecei a costura na parte do "pescoço", que é onde a cabeça dele cobre no final. Assim, se o fechamento ficar estranho, ele será escondido por outra peça. A cabeça eu colei com cola quente.





As primeiras vezes, os pontos saem tortos mesmo. Com a prática eles vão ficando cada vez mais certinhos. É um exercício de paciência e dedicação. Não desista!
Se você não gostar do resultado desse ponto, você pode testar outros, como o caseado.
Eu particularmente não gosto como o meu caseado fica, mas já vi muitas peças lindas com esse ponto.
Aqui compartilho um vídeo da Fernanda Lacerda explicando como fazer:




Boa prática!
Beijokas da Fatíma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário